smokebuddies.com.br

Banda de stoner doom Weedevil lança single que aborda experiências com a fumaça da maconha

“Profane Smoke Ritual” não é o primeiro trabalho da banda a fazer referências diretas ou indiretas à cannabis

Prestes a lançar seu novo álbum pelo selo mexicano Smolder Brains Records, a Weedevil lançou recentemente o primeiro single do disco: a faixa título “Profane Smoke Ritual”.

O segundo álbum da Weedevil, banda que vem se destacando no cenário stoner doom nacional, explora temas profundos inspirados por figuras como Aleister Crowley e a dualidade e libertação de Lilith e Baphomet, abordando espiritualidade, transcendência e mistério. As letras convidam os ouvintes a mergulharem em suas próprias reflexões sobre a existência e o significado da vida.

“Destaco especialmente a música ‘Profane Smoke Ritual’, que retrata uma jornada de libertação espiritual através de rituais e experiências com a fumaça da cannabis. Esta canção reflete minha própria exploração pessoal da conexão entre mente, corpo e espírito”, disse o baterista e líder da Weedevil, Flávio Cavichioli, em um comunicado à imprensa.

Cavichiolli, que é o autor das letras, espera que as músicas “ressoem com os ouvintes de forma significativa, incentivando-os a refletir mais profundamente sobre suas próprias jornadas pessoais”.

Arte da capa do álbum “Profane Smoke Ritual”.

A recente mudança na composição da banda trouxe uma energia renovada e uma nova dinâmica criativa à Weedevil. “Como um projeto que não se prende a um único estilo, a banda sempre esteve aberta a experimentar novas sonoridades. Com essa nova formação, a banda buscou agregar o peso do heavy metal à essência do doom, resultando em uma fusão única de estilos”, diz o comunicado.

A Weedevil é formada por Flávio Cavichioli (bateria), Poison (vocal), Jimmy Olden (guitarra), Henrique Bittencourt (guitarra) e Claudio Funari (baixo).

“A participação do Jimmy foi fundamental neste álbum. Estabelecemos uma conexão criativa muito rápida, o que contribuiu significativamente para a sonoridade e a direção musical do projeto. Cada membro trouxe sua própria contribuição única, com Henrique trazendo os riffs pesados, Cláudio incorporando a profundidade do baixo e o vocal da Poison acrescentando um toque especial, inspirado por bandas como Black Sabbath, Judas Priest e Candlemass”, explicou Cavichiolli.

Segundo a banda, a arte feita por Lie Design para a capa do álbum “Profane Smoke Ritual” combina elementos inspirados na filosofia de Crowley, conhecido por práticas rituais e uso de substâncias psicoativas, com referências visuais das pinturas gregas dedicadas a Dionísio e aos rituais das Bacantes. “Essa fusão cria uma representação simbólica da conexão entre o divino e o terreno, abordando temas de espiritualidade, mistério e libertação.”

“Quando pensamos nas letras e na essência deste disco, quisemos capturar o momento único em que vivemos na sociedade. Mesmo no século 21, ainda nos deparamos com uma visão antiquada e moralista em relação ao uso de erva. É como se estivéssemos presos em um ciclo de repressão, com pessoas comuns agindo como juízes da moralidade, enquanto carregam seus smartphones”, disse Flávio em suas redes sociais, destacando que o vídeo de divulgação do álbum foi censurado pelo TikTok por violar as diretrizes da comunidade ao associar o uso de drogas.

“No entanto, para mim, o ato de fumar erva não é apenas um ato de rebeldia, mas sim um ritual sagrado, uma expressão de nossa liberdade individual”, ressaltou o líder da Weedevil.

A produção de “Profane Smoke Ritual” foi feita no Bay Area Studio por Carlos Abreu e Diego Rocha, que também é responsável pela mixagem e masterização.

O álbum “Profane Smoke Ritual” será lançado no dia 6 de junho nas plataformas de streaming e um show de lançamento está marcado para o dia 8 do mesmo mês no FFFront, em São Paulo (SP), quando a Weedevil tocará ao lado da Presidente Judas.

A Weedevil iniciou sua trajetória em 2019, estreando os palcos ao lado da banca sueca Asteroid e lançando o single Morning Star, uma das faixas do EP homônimo da banda, lançado em 2020.

Em 2022, lançou seu primeiro álbum completo, intitulado “The Return”, em CD pela Mutilation Records e em vinil pelo selo neerlandês DHU Records.

A banda sempre chamou a atenção pelo seu som pesado e seus temas sombrios e “esfumaçados”, sendo que “Profane Smoke Ritual” não é o primeiro trabalho a fazer referências diretas ou indiretas à maconha, que podem ser vistas em músicas como Weedevil e Burn Like Hell.

Veja o lyric video do single Profane Smoke Ritual:

Fotografia de capa: Kaique Mendes | Divulgação.

Picture of Joel Rodrigues

Joel Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buddies News

Mais recentes