Vendas de maconha para uso adulto em Massachusetts (EUA) ultrapassam US$ 4 bilhões

Fotografia tirada de cima para baixo mostra vários baseados enfileirados e com a parte de cima aberta, e uma mão com luva preta que segura um dos cigarros. Imagem: Yehyun Kim | CTMirror.

Mais de US$ 4 bilhões em produtos de cannabis foram vendidos no estado desde que as primeiras lojas de varejo para uso adulto abriram

Os varejistas de maconha em Massachusetts (EUA) ultrapassaram US$ 4 bilhões em vendas desde que o estado lançou o mercado de uso adulto em novembro de 2018, anunciou a Comissão de Controle de Cannabis.

Isso está de acordo com as informações que 265 lojas e 14 empresas de entrega de cannabis relataram no sistema obrigatório de rastreamento da semente à venda do estado.

Os dados mostram que, em 22 de janeiro, US$ 4.000.732.608 em vendas brutas foram gerados desde que o programa de maconha para uso adulto de Massachusetts entrou em operação.

Leia também: Impostos sobre a maconha superam o álcool pela primeira vez em Massachusetts (EUA)

“A demanda dos consumidores por produtos de cannabis testados e de qualidade continua forte desde que Massachusetts se tornou o primeiro estado da Costa Leste a abrir lojas para uso adulto em 2018 e serviço de entrega em 2021”, disse Shawn Collins, diretor executivo da Comissão, em um comunicado à imprensa.

O novo marco ocorre menos de um ano desde que a agência anunciou que os licenciados ultrapassaram a marca de US$ 3 bilhões em 18 de maio de 2022.

Ao longo de 2022, 71 varejistas e sete empresas de entrega abriram negócios em todo o estado, gerando US$ 1,4 bilhão em vendas de maconha no ano civil.

Em 2023, até agora, os licenciados já registraram US$ 85,8 milhões em vendas de cannabis no varejo, de acordo com os dados da Comissão.

Leia mais: Vendas de maconha para uso adulto no Maine (EUA) quase dobraram em 2022

“Esta indústria está crescendo rapidamente, é enorme”, disse a comissária de controle de cannabis Ava Concepcion à WBZ-TV. “Superamos os cranberries como sendo a colheita comercial de Massachusetts.”

A Comissão de Controle de Cannabis de Massachusetts diz que a equidade social continua na vanguarda de seu trabalho.

Segundo a agência, 18 solicitantes de empoderamento econômico, 29 participantes do programa de equidade social e 50 empresas de negócios desfavorecidos — que são empresas pertencentes a minorias, mulheres ou veteranos de guerra certificados pelo estado — entraram no mercado de uso adulto.

Enquanto isso, a Comissão disse que está se preparando para lançar a quarta coorte do programa de equidade social — um programa estadual gratuito de assistência técnica e treinamento destinado a beneficiar aqueles que foram desproporcionalmente prejudicados pela proibição da maconha e buscam participação na indústria legal.

Massachusetts também está adicionando um currículo específico sobre cannabis ao seu programa de educação para motoristas.

A partir deste mês, o atual programa de educação para motoristas do estado será atualizado para incluir informações baseadas em pesquisa sobre os efeitos da maconha na cognição, visão, tempo de reação e percepção de tempo e distância.

Veja também:

A guerra às drogas o prendeu, agora ele é um empresário da maconha administrando um dispensário em Nova York

Imagem em destaque: Yehyun Kim | CTMirror.org.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!