Vendas de baseados infundidos prosperam no Canadá

Fotografia mostra vários baseados empanados com kief e de piteira longa sobre uma superfície cinza-clara.

Consumidores vêm adotando a versão de alta potência de pré-enrolados prontos para fumar

As vendas de baseados pré-enrolados infundidos com concentrados de cannabis floresceram no mercado de maconha para uso adulto do Canadá.

O aumento na demanda por baseados infundidos representa “o crescimento mais significativo de qualquer segmento da indústria de cannabis nos últimos dois anos, uma vez que está crescendo muito rapidamente e também é muito grande”, disse Cooper Ashley, gerente de análise da Headset, empresa de análise de cannabis com sede em Seattle, ao MJBizDaily.

Leia também: Uber Eats inicia delivery de maconha em Toronto (Canadá)

O faturamento mensal de pré-enrolados infundidos cresceu mais de 1.000% entre setembro de 2021 e setembro de 2022, para cerca de 16,6 milhões de dólares canadenses (R$ 64 milhões), de acordo com o rastreamento de dados de vendas da Headset nas províncias de Alberta, Colúmbia Britânica, Ontário e Saskatchewan.

A categoria de baseados continua a ser a segunda maior do mercado de maconha para uso adulto, depois das flores.

Os pré-enrolados infundidos representaram 19,2% do total de vendas de baseados em setembro nos quatro mercados canadenses rastreados pela Headset, acima dos 2,4% do ano anterior.

Ashley disse ao MJBizDaily que a participação no mercado estadunidense de baseados infundidos também vem crescendo, e o Canadá parece estar seguindo essa tendência.

Leia mais: Inflorescências ainda reinam no mercado de maconha

A Decibel Cannabis, com sede em Alberta, lidera o mercado de pré-enrolados infundidos nas províncias canadenses monitoradas pela Headset.

“O consumidor está nos dizendo que gosta desse formato”, disse Adam Coates, diretor de receita da Decibel. “Eles também gostam de sabor robusto e alta potência.”

Coates disse que a Decibel lançou seus baseados infundidos no final de 2021, depois que a Health Canada esclareceu aos produtores licenciados que misturar cannabis seca com concentrados da planta resulta em um produto definido como um extrato sob os regulamentos.

“Por exemplo, um baseado pré-enrolado fortificado com kief é um produto de extrato de cannabis”, observou o regulador federal em uma atualização de agosto do ano passado.

Leia também: Governo do Canadá anuncia revisão da legalização da maconha

Travis McIntyre, CEO da CanadaBis Capital, empresa matriz da Stigma Grow, que produz uma das marcas de pré-enrolados infundidos mais vendidas nos mercados rastreados pela Headset, considera os baseados fortificados uma maneira de “preencher a lacuna entre usuários de flores e usuários de concentrados”.

“Decidimos misturar boas flores e excelentes concentrados com altos níveis de terpeno em uma mistura que satisfizesse ambas as perguntas quando as pessoas vão para os varejistas: Qual é o seu maior THC e qual é o seu maior nível de terpeno, tanto na flor quanto nos pré-enrolados?”, disse McIntyre ao MJBizDaily.

A fabricação de baseados infundidos exige trabalho e know-how extras.

McIntyre disse que a Stigma Grow levou um bom tempo para projetar pré-enrolados infundidos que “queimam consistentemente” e não “canoam” — quando um lado do baseado queima mais rápido que o outro, o que é conhecido entre os consumidores brasileiros como “jacaré”.

“Tudo o que fazemos ainda é feito à mão. Nós enrolamos, apertamos e dobramos manualmente cada baseado”, disse McIntyre, ressaltando que ainda não há uma máquina que faça os baseados de acordo com os padrões de qualidade da empresa.

Leia mais: Por que os preços da maconha estão caindo, ao contrário de quase tudo, no Canadá

Apesar do crescimento vertiginoso das vendas, as leis e regulamentos canadenses de cannabis limitam o comércio de baseados infundidos.

Por exemplo, explicou Coates ao MJBizDaily, um pacote de três pré-enrolados infundidos de 0,5 grama tem um peso líquido de 1,5 grama.

No entanto, segundo as regras de equivalência de cannabis do Canadá, o pacote de 1,5 grama é equivalente a seis gramas de flor de maconha seca, uma vez que os baseados infundidos são tratados como extrato.

Com os consumidores limitados a possuir 30 gramas (ou o equivalente) de cannabis em público, um comprador pode adquirir apenas cinco pacotes desses pré-enrolados infundidos de uma só vez.

Além disso, os produtos de extrato, como os baseados infundidos, estão limitados a conter 1.000 miligramas de THC por pacote.

Como os pré-enrolados infundidos são classificados como extratos de cannabis pelo governo canadense, eles estão sujeitos a uma taxa de imposto de consumo diferente dos baseados regulares, com base no total de miligramas de THC.

“Se você tem três pré-enrolados (infundidos) de meio grama a 40% (de THC), você tem 600 miligramas de THC lá”, disse Coates. “Então, sua carga tributária sobre essas coisas também é bastante intensa”.

Dito isso, uma pesquisa publicada na Addictive Behavior Reports analisou os padrões de cultivo doméstico antes e depois da legalização do uso adulto de maconha no Canadá, em 2018, e descobriu que apenas 9% dos consumidores optam pelo autocultivo.

Veja também:

Dez pontos do projeto de lei que pretende legalizar a maconha na Alemanha

#PraTodosVerem: fotografia mostra vários baseados empanados com kief e de piteira longa sobre uma superfície cinza-clara.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!