Seminário debate estímulo à pesquisa da cannabis no Rio Grande do Norte

Fotografia de duas inflorescências de cannabis, com pistilos marrons e repletas de tricomas brancos, e outras várias plantas de um cultivo, que aparecem em pior foco no segundo plano. Foto: Cannafornia | Pexels.

Evento promovido por deputadas potiguares visa difundir informações sobre os usos medicinais e industrial da planta; estado sancionou lei que autoriza o tratamento de saúde com o uso da maconha em janeiro

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) e a deputada federal Natália Bonavides (PT) realizam nesta quinta-feira (28), às 17h, no auditório da Biblioteca Central da UFRN, o 1º Seminário de Estímulo à Pesquisa sobre Uso Medicinal e Industrial da Cannabis no Rio Grande do Norte.

O seminário, realizado em parceria com a vereadora de Natal Brisa Bracchi (PT), Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN) e Secretaria da Saúde Pública (Sesap) do RN, vem com o intuito de conscientizar e informar sobre os benefícios que a cannabis e sua regulamentação podem proporcionar à sociedade.

Leia também: Evento virtual e gratuito reúne diferentes saberes relacionados à cannabis

O debate contará com a participação de Lyane Ramalho (secretária adjunta da Sesap), Jucirema Ferreira (diretora científica da Fapern), Sidarta Ribeiro e Marina Muniz (Instituto do Cérebro da UFRN) e Felipe Farias (Reconstruir Cannabis).

A entrada do evento é gratuita e aberta ao público, e as inscrições no seminário podem ser feitas aqui para recebimento de certificado.

Isolda Dantas é autora da Lei 11.055, que autoriza o tratamento de saúde com o uso de cannabis e derivados no Rio Grande do Norte, sancionada em janeiro pela governadora Fátima Bezerra (PT). Na Câmara dos Deputados, Natália Bonavides trabalha em prol da aprovação do PL 399/2015, que cria regras para o cultivo e a produção de cannabis medicinal, veterinária e industrial no país.

Leia mais: Cultivo associativo de maconha para fins medicinais e a luta por regulamentação

Incentivo à pesquisa

Uma emenda no valor de R$ 300 mil para incentivar pesquisas científicas sobre os usos medicinais da maconha também está entre as ações da deputada Isolda Dantas no âmbito da cannabis medicinal, segundo informou a agência Saiba Mais. A ideia é que o repasse seja feito via Fapern e que um edital seja lançado até dezembro para que universidades e entidades que atuam na área de pesquisa concorram a fim de realizar estudos relacionados ao uso medicinal da planta.

A deputada petista disse à agência que um dos objetivos do seminário é também elaborar algumas das regras que estarão presentes no edital de apoio à pesquisa sobre a maconha medicinal.

“A ideia é garantir o avanço e o tratamento no processo de pesquisa. Espero que a gente saia do seminário com as diretrizes do edital para lançá-lo ainda neste ano. Também pedimos audiência na Sesap para fazer campanhas sobre o uso medicinal da cannabis entre os profissionais de saúde, pois muitos desconhecem os efeitos da planta no tratamento de algumas doenças”, explicou a parlamentar.

Em torno de 5 mil a 10 mil famílias no RN fazem uso de medicamentos à base de maconha, segundo estimativas da Associação Reconstruir Cannabis Medicinal.

Leia mais:

Lei facilita o acesso ao tratamento com cannabis no Rio Grande do Norte

#PraTodosVerem: fotografia de duas inflorescências de maconha, com pistilos marrons e repletas de tricomas brancos, e outras várias plantas de um cultivo, que aparecem em pior foco no segundo plano. Foto: Cannafornia | Pexels.

mm

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!