Quebradinha Bem Bolada: a bituca que virou peça de arte

A Bem Bolado convidou Marcelino Melo, artista brasileiro reconhecido por suas famosas Quebradinhas para criar uma arte a partir de bitucas recicladas

O artista multimídia, arte-educador e produtor Marcelino Melo, mais conhecido na sua quebrada como Nenê, percebeu durante uma sessão de terapia que lhe faltavam memórias, tanto da sua primeira infância vivida em Carneiros, sertão de Alagoas, como dos anos posteriores a sua mudança para o Campo Limpo, periferia de São Paulo (SP). É nesse resgate por suas raízes e através de sua forte conexão com a arte e a criatividade que nasce o projeto Quebradinha.

As Quebradinhas são peças de arte construídas com riquíssimos detalhes, produzidas com materiais de descarte, como pedaços de madeira, ferro, palito de picolé e papelão, e inspiradas nos cotidianos das comunidades periféricas do Brasil e Latina América.

Essas peças têm o poder de transportar o observador para a favela e trazem sensações, lembranças e o reconhecimento desses espaços de construção de afeto e identidade, porque, antes antes de tudo, a Quebradinha é um projeto de arte-política que ressignifica e dá voz à estética preta e marginal.

Leia também – Futuros Bem Bolados: uma perspectiva regenerativa

Quebradinha Bem Bolada

Em um projeto inovador de incentivo à arte e ao cuidado com meio ambiente, a Bem Bolado Brasil convidou o Nenê para desenvolver uma Quebradinha Bem Bolada usando um material inusitado: papel reciclado a partir de bitucas de cigarro.

As bitucas de cigarro são compostas principalmente de acetato de celulose, que é um tipo de plástico que pode levar anos para se decompor completamente no meio ambiente. Dependendo das condições ambientais em que se encontram, as bitucas de cigarro podem levar de 18 meses a 10 anos para se degradar. Durante o processo de decomposição, as substâncias químicas tóxicas presentes nas bitucas podem contaminar o solo e a água, prejudicando a vida das plantas e dos animais que dependem desses recursos naturais.

Desde 2022, a Bem Bolado tem uma parceria com a Flow Sustentável e a Poiato Recicla, a primeira usina de reciclagem de bitucas do Brasil. O propósito desta parceria é conscientizar a população sobre a importância do descarte correto das bitucas e promover a reciclagem desse tipo de resíduo. A Flow Sustentável disponibiliza coletores de bitucas, que são coletadas e enviadas para a reciclagem na Poiato. As bitucas são transformadas em matéria-prima para a produção de novos produtos.

Com o objetivo de ressignificar as bitucas descartadas e educar o público sobre a redução de danos ao meio ambiente, surgiu o desafio de convidar o artista Nenê para usar a massa celulósica reciclada em uma de suas obras de arte. A obra resultante, chamada de “Quebradinha Bem Bolada”, em formato de pastelaria, carrega signos das vivências do artista, dialoga com o público principal da Bem Bolado e traz visibilidade para as comunidades e artistas periféricos.

Dá o play e vem conferir o resultado da nossa Quebradinha do Bem:

Leia também:

Tubeck: o tubo que salva o Bem Bolado

Imagem de capa: Bem Bolado Brasil.

mm

Sobre Bem Bolado Brasil

Uma empresa do bem, baseada em produtos e ideias criativas, inovadoras e funcionais, desde 2012
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!