Nova York proíbe fumar em praias, parques e outros espaços públicos

A nova lei procura proteger os nova-iorquinos do fumo passivo e se aplica tanto ao tabaco quanto à maconha

A governadora de Nova York, Kathy Hochul (D), assinou uma legislação que proíbe o uso de produtos fumígenos em todas as praias, calçadões, marinas, playgrounds, centros recreativos e áreas de acampamentos públicos. Fumar nesses locais será punível com uma multa de US$ 50 (R$ 275).

Os extensos parques estaduais de Adirondacks e Catskills estão isentos da proibição, bem como estacionamentos, calçadas adjacentes aos parques e áreas não utilizadas para fins de parque.

A lei sancionada por Hochul se aplica tanto ao tabaco quanto à cannabis.

Leia também: Policiais da cidade de Nova York não podem mais ser testados para uso de maconha fora do trabalho

“Fumar é um hábito perigoso que afeta não apenas o fumante, mas todos ao seu redor, incluindo famílias e crianças que aproveitam os ótimos locais públicos do nosso estado”, disse a governadora Hochul, enfatizando que a legislação “protegerá a saúde do nova-iorquino e ajudará a reduzir o lixo em parques e praias públicos”.

 

 

 

Muitos municípios e governos locais já têm restrições ou proibições de fumar em espaços públicos. A penalidade adicional imporá uma proibição estadual e inclui uma multa que será cobrada pelas localidades.

“Além dos riscos à saúde causados ​pelo fumo passivo, as pontas de cigarro são um grande perigo ambiental devido aos filtros não biodegradáveis que são descartados. Eles são o principal item encontrado durante os projetos de limpeza. Por meio dessa proibição, parques e praias serão mantidos mais limpos e seguros, assim como nossos ecossistemas locais”, diz um comunicado à imprensa da governadora.

Leia mais: Baseados ecológicos: empresa usa piteiras com sementes de flores que podem ser plantadas

O senador estadual Toby Ann Stavisky (D) disse que “os parques públicos de Nova York são locais para famílias e ninguém, especialmente crianças, deve ser exposto ao fumo passivo enquanto brinca em um playground ou aproveita o dia em uma praia pública ou acampamento”.

Em abril, os reguladores de cannabis de Nova York lançaram uma campanha de educação em saúde pública para informar o público sobre a lei de maconha do estado, incluindo quem pode consumir, onde consumir e como consumir com segurança.

A primeira fase da campanha se concentrou em alertar que o estado legalizou a cannabis para uso social apenas para adultos com 21 anos ou mais, e conscientizar os consumidores para manter o fumo passivo longe de outras pessoas, armazenar a maconha fora do alcance de crianças e não dirigir sob influência.

Leia também:

Sem fazer aumentar a violência, Uruguai completa cinco anos de venda de maconha em farmácias

#PraTodosVerem: foto mostra, em perfil, uma mulher que expele uma fumaça densa, enquanto segura um pipe azul e amarelo, e um fundo com árvores desfocado. Foto: Lindzi Vagary / Unsplash.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!