Museu Brasileiro da Cannabis exibe sua primeira exposição de arte

Folha seca de maconha. Foto: Museu Brasileiro da Cannabis

Mostra busca promover a disseminação da cultura através das artes visuais, estimulando a reflexão e a ampliação de perspectivas sobre a maconha — evento acontece em João Pessoa, na Paraíba

O Museu Brasileiro da Cannabis realizará sua primeira exposição de arte sobre a planta entre os dias 8 e 26 de janeiro. A mostra contará com obras de artistas de várias regiões do Brasil e busca promover a conscientização sobre a importância da maconha na história e cultura nacional.

Composta por oito obras que abordam a cannabis selecionadas em edital, a exposição busca contestar a desinformação e o preconceito, “levando mais consciência e verdade aos seus visitantes, acerca da planta, promovendo debates sobre seu potencial ancestral”, segundo o museu.

Sala do Museu Brasileiro da Cannabis.

Imagem: Museu Brasileiro da Cannabis.

“Os visitantes encontrarão nesta exposição uma diversidade de peças artísticas, desde quadros a peças de artesanato, como crochê”, diz um comunicado à imprensa.

As obras de arte foram selecionadas de um total de 30 peças pelo comitê organizador da apresentação, que analisou critérios como criatividade e detalhamento e a contribuição para “a disseminação de reflexões acerca da cannabis”.

Leia também: Documentário em quadrinhos retrata a proibição da maconha no Brasil

“Os artistas selecionados terão suas obras em destaque no primeiro Museu da Cannabis brasileiro, contribuindo para a construção de um cenário cultural mais diversificado e enriquecedor”, diz o edital da mostra.

O ingresso para a exposição será solidário: dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão recolhidos na entrada do museu e destinados às instituições da cidade.

Sobre o Museu Brasileiro da Cannabis

O primeiro Museu Brasileiro da Cannabis foi criado a partir de uma iniciativa da Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace), que há uma década auxilia pacientes que precisam de cannabis em seu tratamento de saúde.

Inaugurado em abril do ano passado, o museu conta com um acervo composto por jornais antigos, relíquias, capas de filmes, revistas e alguns equipamentos que costumavam ser utilizados na produção do cânhamo. Os visitantes também podem encontrar uma área de projeção 3D e referências ao cenário canábico atual.

Localizado no Parque Sólon de Lucena, 675, João Pessoa (PB), o Museu Brasileiro da Cannabis fica aberto à visitação de segunda a sexta-feira, a partir das 8h.

Leia também:

Alimentos com cânhamo e “Latinnabis”: saiba mais sobre como foi a ExpoCannabis Uruguay

Imagem de capa: Divulgação.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!