Momento histórico para a cultura canábica: ExpoCannabis Brasil começa em São Paulo

Fotografia: ExpoCannabis Brasil | Divulgação.

“Hoje, estamos ‘Plantando o Futuro’, germinando as sementes de uma nova era para a cannabis no Brasil”

Um marco histórico para a cultura e a indústria canábica, a primeira edição da ExpoCannabis Brasil, primeira feira internacional focada em educação e negócios da cannabis no país, teve início nesta sexta-feira (15), no Centro de Exposições São Paulo Expo, na capital paulista, com o tema “Plantando o Futuro”.

O evento reúne mais de 120 especialistas de diversas áreas, incluindo representantes da sociedade civil, e autoridades de países como Brasil, Argentina, Estados Unidos, México, Paraguai e Uruguai. Durante três dias, serão apresentadas mais de 48 horas de conferências, debates, oficinas e painéis sobre diversos temas centrados em três eixos: educação, saúde e desenvolvimento de negócios sobre a cannabis.

“Hoje, testemunhamos um momento histórico tanto para o Brasil quanto para a indústria da cannabis. A ExpoCannabis Brasil não é apenas uma celebração da cultura canábica, mas também um marco crucial para debater e moldar o futuro da cannabis em nosso país. Chegou a hora de reconhecer a crescente importância desta planta e a urgente necessidade de sua regulamentação responsável”, afirma a organização em seu manifesto.

Mercedes Ponce de León, fundadora da ExpoCannabis Uruguay (à esquerda), e Larissa Uchida, CEO e porta-voz do evento no Brasil. Imagem: ExpoCannabis Brasil | Divulgação.

No Fórum Internacional, principal espaço de conferência da ExpoCannabis Brasil com capacidade para 500 pessoas e que tem acesso gratuito para os visitantes da feira, serão apresentados ao longo dos três dias, mesas, debates e painéis sobre ciência, tecnologia, cannabis medicinal, diversidade, cânhamo, turismo, negócios, indústria, geração de emprego, estímulo ao desenvolvimento empresarial, políticas públicas e mecanismos para reparação econômica e social.

A Arena do Conhecimento, segundo espaço de conferências do evento com capacidade para 150 pessoas, recebe oficinas por associações de todo o Brasil com temáticas como solo, extração, doseamento, como montar sua associação de cannabis, uso do cânhamo como papel e para construção e entre outras atividades práticas que terão a participação do público.

No sábado, 16 de setembro, das 19h30 às 21h, a Arena do Conhecimento também receberá um espaço de pitching, para empresas e startups que buscam investimentos e oportunidades de estimular novos negócios em cannabis.

O conteúdo da Arena do Conhecimento e do Fórum Internacional da ExpoCannabis Brasil será transmitido por meio do Youtube e estará disponível após o evento.

Fotografia: ExpoCannabis Brasil | Divulgação.

Fotografia: ExpoCannabis Brasil.

“A ExpoCannabis Brasil funciona como uma plataforma de conhecimento e conexões sobre cannabis. Além de promover as empresas que já atuam no mercado da cannabis, incentivamos o network e a educação gratuita sobre as inúmeras aplicações da cannabis, mostrando todo o potencial do setor por meio de palestras conectadas com temas ligados à saúde, indústria, terceiro setor, tecnologia e sustentabilidade”, explica Larissa Uchida, CEO da ExpoCannabis Brasil.

Em sua primeira edição, ExpoCannabis Brasil também conta com mais de 140 expositores do Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Colômbia, França, Espanha, Estados Unidos, Países Baixos, Irlanda e Paraguai em 8 mil metros quadrados de atividades.

Os ingressos que dão acesso à ExpoCannabis possuem valor de meia-entrada solidária, mediante a doação de um 1 kg de alimento não perecível, que será destinado à ONG Ação da Cidadania para distribuição nas periferias da capital paulista. A expectativa da organização é que cerca de 30 mil pessoas participem da feira nos três dias de evento e 25 toneladas de alimentos sejam arrecadadas.

Fotografia: ExpoCannabis Brasil.

Mercado pode gerar até 26 bilhões no Brasil após 4º ano de regulamentação

Dos 215 milhões de brasileiros, aproximadamente 66% são favoráveis à regulamentação de algum dos usos da maconha, segundo dados do Instituto Orbis. O mercado da cannabis, ainda que não esteja totalmente regulamentado, vem se desenvolvendo e atraindo a atenção de investidores, empresários, médicos e autoridades governamentais em esfera federal, estadual e regional. Tendo em vista este cenário iniciado em 2015, quando a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permitiu a importação de medicamentos derivados da planta para uso próprio com prescrição médica.

Vários modelos de negócios relacionados à cannabis já se consolidaram no Brasil e colaboram com os impactos positivos dessa indústria, sendo eles econômicos, sociais e ambientais. Segundo uma pesquisa realizada em 2022 pelo grupo de inteligência de mercado Kaya Mind, apoiador da ExpoCannabis Brasil, foram movimentados por volta de R$ 130 milhões em 2021 no mercado medicinal, tendo uma alta de 124% em relação à 2020.

Em todo o território brasileiro, o valor de mercado da maconha pode atingir o total de R$ 26 bilhões no 4º ano após a regulamentação, incluindo os três usos da planta (medicinal, adulto e industrial). Deste total, seriam recolhidos R$ 8 bilhões de impostos para o governo, o que possibilitaria investimentos relevantes nas áreas da saúde, educação, economia, tecnologia e entre outras. O mesmo informe aponta que o cânhamo industrial poderia movimentar R$ 4,9 bilhões e que o mercado de cannabis medicinal para pets pode movimentar R$ 1,45 bilhão em seu quarto ano de legalização.

Apoio internacional e realização de empresas brasileiras

A feira conta com o apoio da ExpoCannabis Uruguai, um dos maiores eventos do mundo sobre o tema, que neste ano chega à sua 10ª edição e em dezembro de 2022 recebeu cerca de 40% de brasileiras e brasileiros entre os participantes, o que foi decisivo para a realização da ExpoCannabis Brasil.

A ExpoCannabis Brasil é executada pela CannExp, uma joint venture formada pelas empresas Smoke Buddies, maior portal dedicado à cannabis da América Latina, desde 2011 no segmento de cannabis, aLeda, a primeira marca de seda brasileira e de seda de celulose do mundo, com mais de 17 anos no mercado nacional e internacional, Open Green, a primeira edtech canábica brasileira, Bamo!, agência especializada em turismo experiencial que atua há mais de 8 anos, e King Paper e King Blunt, empresas de sedas e blunt.

Confira um pouco de como foi o primeiro dia da ExpoCannabis Brasil:

Leia também:

ExpoCannabis Brasil: associações canábicas e especialistas abordam saúde, ciência e cultivo

Fotografia em destaque: ExpoCannabis Brasil | Divulgação.

mm

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!