LED para cultivo indoor: como funciona, qual o melhor e quanto custa

led para cultivo indoor

LED para cultivo indoor é um dos termos mais pesquisados na internet por cultivadores interessados em aprender ou aprimorar o cultivo feito em área interna, ou seja, em “ambiente fechado”, como sugere o termo indoor 

Mas, afinal de contas, o que é o LED para cultivo em ambiente fechado? 

LED é a sigla para o termo em inglês “Light Emitter Diode” que, em português, quer dizer “Diodo Emissor de Luz”. Complicou? A gente explica. LED é um dispositivo capaz de transformar energia elétrica em luz. Ou seja, LED é uma lâmpada! Mas não é uma lâmpada comum. 

Dentro do universo LED para cultivo indoor, vamos esclarecer neste conteúdo a diferença entre LED e uma lâmpada comum, o que é “FULL SPECTRUM”, “LED COB”, “LED Quantum Board”, vamos detalhar como essas tecnologias funcionam, qual a melhor e também vamos te apresentar o CHIP Samsung LM301H, que é, sem dúvida, o melhor CHIP LED para cultivo indoor. 

cultivo indoor

Foto: Master Plants.

Qual a diferença entre o LED e uma lâmpada comum? 

A diferença é bem objetiva: o LED transforma energia em luz sem utilizar filamentos metálicos, radiação ultravioleta, descarga de gases ou outras formas utilizadas pelas lâmpadas convencionais. No LED, esta transformação acontece na matéria (é o que se chama de “Solid State” ou “Estado Sólido”). 

Isso dá ao LED uma série de vantagens sobre a lâmpada comum (como as lâmpadas HPS), desde economia no uso de corrente elétrica, maior amplitude de espectros de luz, muito mais durabilidade, e, claro, a principal delas: mais precisão na hora de controlar sua intensidade e espectros de luz emitidos. 

Mas qual a importância do LED para cultivo indoor? 

Sem luz a planta não faz fotossíntese. E sem fotossíntese a planta não produz a energia necessária para se desenvolver. É nesse ponto que começamos a entender o tamanho da importância das tecnologias de iluminação LED para cultivo indoor. 

No cultivo indoor, claro, o cultivador não terá a luz do sol para a fotossíntese das plantas. Por isso, a iluminação artificial é condição para o seu sucesso. 

E imagina o tanto que tem que ser avançada uma tecnologia para conseguir imitar a luz do sol! 

A tecnologia que chamamos de LED para cultivo indoor vem ano a ano evoluindo para conseguir criar CHIPs que consigam chegar o mais próximo possível das características da luz solar em ambientes controlados. Não é à toa que a NASA usa LEDs para cultivo indoor no espaço! Por possibilitar maior precisão, a tecnologia atual é tão avançada que o cultivo indoor pode apresentar resultados superiores em comparação com o cultivo outdoor (ao ar livre). 

Os benefícios do cultivo indoor realizado com LED podem incluir desde o aumento da produtividade (maiores colheitas em menor tempo), maior controle de qualidade, facilidade de manejo, possibilidade de cultivo em espaços menores, entre outros. 

Leia mais: Cultivo indoor – o que é, por onde começar e muito mais aqui

cultivo indoor

Foto: Master Plants.

Entenda a relevância da precisão 

Assim como o dia se alterna com a noite a céu aberto, o cultivador, no cultivo indoor, terá a missão de simular a luz e a escuridão, pois ambas exercem funções fundamentais para o desenvolvimento da planta. É isso que chamamos de fotoperíodo: a relação da planta com o tempo de exposição à luz e à escuridão. É aí que entra mais uma vantagem do LED. 

A depender da necessidade da planta em seu período vegetativo, é necessário, por exemplo, cerca de dezoito horas de luz por dia e seis horas de escuridão. Em alguns casos, essas horas precisam ser ininterruptas e sem perda de intensidade. Em outros, é necessário que a planta receba apenas certos espectros de luz. Ou seja, a tecnologia da iluminação deve ser extremamente precisa para garantir a eficiência máxima desejada no cultivo em ambiente fechado. E o LED facilita muito a programação de intensidade e de quais espectros serão mais e menos incidentes na planta. 

Em resumo, a tecnologia LED para cultivo indoor permite ao ser humano criar a fonte perfeita de luz para cada momento da vida da planta. Pois ela é extremamente precisa e confiável. 

Por isso, manter a iluminação controlada através de um painel LED para cultivo indoor de qualidade é garantia de sucesso nesse processo. Afinal, você vai precisar alternar ciclos de luz e escuridão com precisão absoluta do tempo, espectro de cor e intensidade da luz, de acordo com os seus objetivos e o estágio da planta. Com um LED adequado, o cultivador tem total e absoluto controle sobre essas variáveis. 

Imagem: Master Plants

O que é FULL SPECTRUM? 

FULL SPECTRUM é um dos termos mais usados quando o assunto é LED para cultivo indoor. Mas afinal, o que é? 

FULL SPECTRUM é um espectro de luz amplo, que passa por todas as faixas de luz fundamentais para a fotossíntese das plantas (espectro PAR). Por esse motivo, o melhor equipamento para seu cultivo indoor é um equipamento que seja FULL SPECTRUM, afinal, ele emitirá luz no espectro que as plantas mais utilizam para fotossíntese. Faz total sentido, certo? 

Um equipamento de LED para cultivo indoor FULL SPECTRUM consegue alcançar parâmetros eficientes abrangendo a totalidade do espectro de luz realmente útil para a fotossíntese das plantas (espectro PAR). É isso, nada a mais, nada a menos. 

Desde a invenção do LED, ele sempre foi a tecnologia que atinge melhor precisão nos picos de frequência de onda do espectro eletromagnético, isso é, o LED dá ao ser humano absoluto controle, conforme falamos no tópico anterior. É uma tecnologia extremamente precisa, permitindo ao cultivador definir sob medida quais espectros deseja emitir mais e menos. 

Quais equipamentos são FULL SPECTRUM? 

Tanto as tecnologias COB LED (exemplo: Painéis COB) quanto LED SMD (exemplo: Quantum Boards com CHIPs LED SMD) podem ser FULL SPECTRUM (calma que, mais abaixo, vamos definir o que são essas siglas no universo de LED para cultivo indoor). Já a tecnologia HPS costuma apresentar parâmetros abaixo do desejado para poder ser considerada FULL SPECTRUM (não abrange a totalidade do espectro PAR). Por isso, hoje, na balança de qual a melhor lâmpada para cultivo indoor, HPS nem entra na disputa. 

Nos últimos 10 anos, a tecnologia LED para cultivo indoor atingiu eficiência muito superior à das lâmpadas HPS e ainda traz muitas outras vantagens, sendo a preferida entre os cultivadores bem-sucedidos. 

Vamos agora aprender um pouco mais sobre os tipos de tecnologia mais atuais de LED, que são o COB LED e o LED SMD. 

Conheça mais sobre LUZ PAR:

COB E SMD: gerações da tecnologia LED para cultivo indoor. Qual a melhor delas? 

O LED para cultivo indoor é uma tecnologia moderna e em pleno desenvolvimento há décadas. Os painéis de LED já passaram por diversas gerações de tecnologia, mas a pergunta que fica é, qual a melhor delas? 

As duas principais são COB LED e LED SMD. Conheça abaixo cada uma delas: 

COB LED 

COB é a sigla para “CHIPS On Board”, ou seja, “CHIPS em uma placa”. Falando mais tecnicamente, é um aglomerado de diodos de LED concentrando potência e capacidade, apresentando uma alta eficiência energética na emissão de fótons.

Exemplos desta tecnologia estão presentes em diversas gerações dos painéis LED para cultivo indoor, desde os primeiros COBs pequenos em alumínio da EpiLED até os revolucionários CREE CXB3590 ou LUMINUS CXM 32. É importante dizer que é neste ponto da evolução da tecnologia que foi realmente atestado a superioridade do LED para cultivo indoor de vegetais complexos. 

O COB LED tem como principal característica o fato de concentrar o feixe de luz em um único e poderoso feixe, pois os CHIPs ficam todos reunidos num encapsulado pequeno. É uma tecnologia muito indicada quando se deseja obter maior penetração de luz e menor cobertura de área (feixe concentrado). 

Leia mais: COB LED – descubra o que é, como funciona e qual a melhor opção para seu grow

LED SMD 

SMD é a sigla para “Surface Mounted Device”, ou seja, dispositivos montados em superfícies. Sim, a definição é bem semelhante à de COB. A grande diferença é que, ao contrário da tecnologia COB, no LED para cultivo indoor SMD os CHIPs são montados em placas horizontais, ocupando de maneira uniforme toda a superfície da placa. Isso faz com que a luz emitida alcance de forma mais equilibrada uma área de cobertura maior. Ou seja, aqui temos vários feixes de luz, e não apenas um grande feixe concentrado.

Além disso, por ser uma tecnologia mais recente, os CHIPs de LED para cultivo indoor utilizados nos painéis LED SMD são, em sua maioria, mais eficientes do que os CHIPs utilizados nos painéis COB LED. 

O que é LED Quantum Board? 

Quantum Board é um exemplo de tecnologia LED SMD: uma placa plana com diversos CHIPs de LED espalhados de maneira uniforme pela sua superfície. 

As Quantum Boards mais avançadas utilizam CHIPs Samsung LM301H, que são tecnologia LED SMD, e são considerados os mais avançados do mundo para horticultura, tendo sido criados pela Samsung especialmente para tal finalidade. 

Quer ver um conteúdo completo sobre elas? Leia: Quantum Board para cultivo indoor: saiba tudo sobre elas. 

Samsung LM301H: o CHIP LED para cultivo indoor mais avançado do mundo 

O CHIP Samsung LM301H é a última palavra em LED para cultivo indoor. É SMD, e representa a tecnologia ideal para você equipar seu painel ou Quantum Board. 

O CHIP LM301H da Samsung é superior em no mínimo 4% de eficiência em relação à versão anterior, o LM301B, e até 30% mais eficiente do que a geração anterior, o LM561C. 

Estes CHIPs foram criados especialmente para horticultura, e, por isso, abrangem um espectro mais amplo de luz azul e verde, melhorando a imunidade das plantas contra doenças e proporcionando maior valor nutricional. 

Leia mais: Qual a melhor lâmpada para cultivo indoor?

Na disputa por qual o melhor LED para cultivo indoor, o Chip Samsung LM301H apresenta ainda a seu favor: 

  • Eficácia de Fótons (PPF) de 3.1 µmol/J (o melhor índice de eficácia PAR no mercado), contra 2.6 µmol/J do LM301B, ou seja, resultados melhores ainda em Eficiência PAR; 
  • Revestimento antienxofre exclusivo para horticultura, que aumenta ainda mais a sua durabilidade. 

Este é o CHIP principal que você deve buscar no seu painel LED caso esteja procurando o melhor LED para cultivo indoor, e é por isso que é ele o CHIP principal que você encontra em todas as Quantum Boards da Linha PRO da Master Plants. 

Esperamos que esse artigo tenha sido útil para você. Mas, se restou qualquer dúvida sobre LED para cultivo indoor, o time da Master Plants pode lhe dar toda a assistência necessária, inclusive com dicas de instalação e de quais tipos de lâmpadas e placas são mais indicados. Clicando aqui, você tem contato direto com a equipe. 

Leia também:

Lúmen: o que é e por que não usar em iluminação para cultivo

#PraTodosVerem: fotografia de capa mostra vista inferior de uma Quantum Board da Master Plants pendurada em um ambiente de cultivo indoor, com folhagens ocupando parte da imagem. Crédito: Master Plants.

mm

Sobre Master Plants

A Master Plants é fabricante, importadora e desenvolvedora de soluções em tecnologia e nutrição para cultivos indoor, outdoor e estufas agrícolas. A empresa se destaca no cenário nacional como uma das principais distribuidoras de iluminação LED de alta performance, assim como, "Fertilizantes Premium" para cultivos avançados.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!