InCor divulga estudo sobre o uso de canabidiol para tratar insuficiência cardíaca

Fotografia de parte do corpo de uma pessoa, com jaleco e máscara brancos e estetoscópio pendurado no pescoço, que segura uma grande folha de cannabis e um frasco conta-gotas verde diante da câmera. Imagem: jcomp / Freepik.

Pesquisa será coordenada pelos cardiologistas Edimar Bocchi e Bruno Biselli. Com informações da Folha de S.Paulo

O Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da USP vai desenvolver estudo científico sobre o uso de canabidiol (CBD), substância extraída da cânabis, no tratamento de insuficiência cardíaca. O objetivo é investigar se o óleo de CBD pode melhorar as condições clínicas e psíquicas dos doentes.

Veja também: Terpenos da cannabis proporcionam alívio da dor e contribuem para o “efeito entourage”

A pesquisa tem apoio da empresa canadense Verdemed e começará em agosto com um grupo de 105 pacientes do InCor, que serão acompanhados por dois anos. Metade deles receberá placebo e a outra metade o óleo. A pesquisa será coordenada pelos cardiologistas Edimar Bocchi e Bruno Biselli.

Cannabis pode reduzir a pressão arterial em idosos, mostra estudo

Leia: Microcápsulas de cannabis podem ajudar a tratar doenças neurológicas, revela estudo

Redução da pressão arterial

Uma pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade Ben-Gurion do Neguev (BGU) e seu afiliado, o Centro Médico Universitário Soroka, descobriu que a cannabis medicinal pode reduzir a pressão arterial em adultos mais velhos.

O estudo, publicado no European Journal of Internal Medicine, é o primeiro de seu tipo a se concentrar no efeito da cannabis na pressão arterial, frequência cardíaca e parâmetros metabólicos em adultos com 60 anos ou mais com hipertensão.

Os pesquisadores descobriram uma redução significativa nos valores da pressão arterial sistólica e diastólica em 24 horas, com o ponto mais baixo ocorrendo três horas após a ingestão por via oral de extratos de maconha ou consumo fumado da planta. Os pacientes apresentaram redução da pressão arterial durante o dia e a noite, com alterações mais significativas à noite.

Leia mais:

Canabidiol é eficaz contra tumores cerebrais, segundo novo estudo

#PraTodosVerem: fotografia de parte do corpo de uma pessoa com jaleco e máscara brancos e estetoscópio pendurado no pescoço que segura uma grande folha de maconha e um frasco conta-gotas verde, com tampa branca e dourada, diante da câmera. Imagem: jcomp / Freepik.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!