Ice Blue lança empresa de cannabis medicinal e programa para democratizar acesso

Fotografia em preto e branco do rapper Ice Blue. Imagem: Divulgação.

Marca oferece preços acessíveis e uma série de benefícios para MEIs e recebedores do Bolsa Família

O rapper Ice Blue, um dos integrantes e fundadores do Racionais MC’s, lançou uma empresa que promete quebrar a tendência do mercado brasileiro de cannabis medicinal. A nova marca nasce com o intuito de oferecer produtos a preços mais acessíveis e democratizar o acesso ao tratamento canábico.

A BluePharm oferece um programa voltado a microempreendedores individuais (MEIs) e pessoas cadastradas no Bolsa Família. O objetivo é quebrar as barreiras existentes ao acesso fornecendo óleo de cannabis de alta qualidade a preços acessíveis e acolhimento.

Os pacientes inscritos têm acesso a consultas médicas gratuitas e a garantia de receber a quantidade necessária do óleo de cannabis para o período de tratamento a um preço fixo mensal e com frete gratuito. O programa também oferece uma associação para indivíduos e famílias que estão procurando por tratamentos com cannabis para certos diagnósticos.

Para participar, os interessados devem se registrar na plataforma da BluePharm, através de um formulário onde devem indicar sua condição, MEI ou recebedor do programa Bolsa Família.

Leia também: Violência provocada pelo Estado na guerra às drogas adoece e impede acesso à saúde

“Na verdade, o acesso sempre foi difícil para entrar no shopping, pra pegar um táxi de madrugada, para comprar um remédio na farmácia, para arrumar um médico. Devido à falta de acesso pra tudo, após todo mundo já anunciar em televisão, aparecer, pessoas da periferia comentar, achando ONGs ainda para arrumar o produto, não tem esse acesso, o produto é importado ou o produto da farmácia é muito caro”, explica Blue em um vídeo promocional.

Segundo o rapper, embora ainda exista discriminação por ser um derivado da maconha, a necessidade e a comprovação científica estão “quebrando o preconceito”. “É totalmente medicinal, está sendo efetivo, dando resultado em vários setores da medicina, não tem mais esse questionamento”, observa.

Luta social

Conhecidos por seu engajamento social, Ice Blue, Mano Brown, Edi Rock e KL Jay receberam o título de Doutor Honoris Causa do Conselho Universitário da Universidade Estadual de Campinas. Eles foram reconhecidos como “intelectuais públicos que dialogam com o pensamento social brasileiro, confrontam o racismo e as violências sociais que nos constituem enquanto sociedade, incitando a atitudes antirracistas e solidárias de negros e não negros, periféricos e não periféricos, visando a mudanças sociais profundas”.

O título de doutor honoris causa é a distinção máxima prevista no estatuto da Unicamp, sendo concedido a pessoas que tenham contribuído, de maneira notável, para o progresso das ciências, das letras ou das artes e/ou que tenham beneficiado, de forma excepcional, a humanidade ou tenham prestado relevantes serviços à universidade. Os Racionais foram os primeiros intelectuais negros e periféricos contemplados pela honraria e também os primeiros músicos.

“Os Racionais MC’s extrapolam a fala do gueto, sem abandoná-lo. Não se restringem à crônica cotidiana, mas a revelam. Interpretam o Brasil a partir de outro lugar, por tempo demais percebido como objeto de reflexão e não como sujeito da própria reflexão. Os Racionais MC’s se colocam ao lado dos grandes intérpretes do Brasil, e não só: suas letras e canções dialogam com uma história de luta contra a escravidão, o racismo e a tremenda desigualdade que acompanham a experiência da diáspora negra”, diz o parecer do conselho sobre a concessão do título.

Leia também:

Mano Brown no Podpah: “A maconha me ajudou nos momentos de solidão e incertezas”

Imagem de capa: reprodução / Instagram.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!