Experimento de venda de maconha é adiado na Suíça após detecção de pesticida nas plantas

Foto mostra um cultivo de maconha, com foco em um top bud de cálices rajados de roxo e pistilos amarelos. Imagem: Chris Buchanan | Unsplash.

Projeto-piloto exige que a cannabis seja cultivada organicamente

O primeiro experimento da Suíça para a venda legal de maconha para uso adulto foi adiado depois que alguns dos estoques iniciais falharam em cumprir o padrão de qualidade estipulado no projeto-piloto.

Em nota à imprensa na sexta-feira, o departamento de saúde da cidade de Basileia informou que o estudo “Weed Care” não poderá começar nessa quinta (15) conforme o planejado, visto que os produtos de cannabis serão submetidos a verificações de qualidade adicionais por um órgão independente.

Leia também: Mais pessoas fumam maconha do que tabaco nos EUA pela primeira vez, diz pesquisa

Segundo a Swissinfo, o teste foi suspenso devido à detecção de vestígios de pesticidas em algumas das plantas, que devem ser cultivadas organicamente para atender aos requisitos do estudo e à lei de drogas suíça, alterada em maio do ano passado para possibilitar a realização de experimentos de venda regulamentada de cannabis para uso adulto.

Para o estudo, seis produtos de cannabis (quatro tipos de flores secas e dois tipos de haxixe), cada um com um teor diferente de THC/CBD, serão vendidos em nove farmácias espalhadas pela cidade da Basileia, durante dois anos e meio.

Os preços serão baseados no mercado ilícito e no teor de THC, sendo fixados entre FS$ 8 e FS$ 12 (R$ 43 e R$ 64) por grama.

Leia mais: Dinamarca: legisladores propõem experimento de legalização da maconha de cinco anos

O Escritório Federal de Saúde Pública da Suíça (FOPH, na sigla em inglês) aprovou o esquema piloto em abril como parte de um projeto da Universidade da Basileia, suas clínicas psiquiátricas e o departamento de saúde cantonal.

Destina-se a examinar os efeitos das vendas regulamentadas de maconha no comportamento de consumo e na saúde dos consumidores em comparação com o status quo em que a cannabis está disponível ilegalmente.

Várias outras cidades suíças, incluindo Zurique, Genebra e Berna, também se inscreveram para realizar experimentos semelhantes.

O teste-piloto de Basileia despertou grande interesse, com quase 700 pessoas se inscrevendo e 370 pessoas sendo finalmente admitidas no projeto, segundo o departamento de saúde da cidade. O pré-requisito para a participação no estudo é uma idade mínima de 18 anos, uso de cannabis existente e residência na Basileia.

A produção e venda de maconha para uso adulto são proibidos na Suíça, apesar do uso generalizado da planta. O FOPH estima que existam 220 mil consumidores regulares de cannabis no país.

Leia também:

Varejistas de maconha do Novo México (EUA) batem novo recorde de vendas

#PraTodosVerem: foto mostra um cultivo de maconha, com foco em um top bud de cálices rajados de roxo e pistilos amarelos. Imagem: Chris Buchanan | Unsplash.

mm

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!