Empresa de cosméticos com cannabis apoiada por David Beckham entrará na bolsa de Londres

Foto em primeiro plano de David Beckham, onde o ex-jogador aparece usando traje black tie, próximo a uma parede com logos da Hugo Boss e GQ, em branco sobre fundo preto.

A Cellular Goods pretende vender produtos a partir de setembro de 2021, o que a tornará a primeira empresa do gênero a estrear no mercado de ações londrino. Com informações da BBC

Uma empresa apoiada por David Beckham, que usa compostos encontrados na cannabis para fabricar produtos de cuidados com a pele e atléticos, planeja vender ações na Bolsa de Valores de Londres (LSE).

A Cellular Goods vendeu uma participação para a DB Ventures, a empresa de investimentos do ex-futebolista, informou a Sky News.

A empresa fabrica seus produtos em laboratórios, e não a partir de plantas.

Faz parte de um mercado crescente de produtos que usam substâncias químicas encontradas na cannabis para tratamentos de pele.

A BBC abordou Beckham e DB Ventures para comentar.

Duas das principais substâncias químicas ativas encontradas na cannabis são o canabidiol (CBD) — frequentemente usado em produtos para a pele — e o tetraidrocanabinol (THC).

Leia mais: Jazz Pharma compra GW Pharma por US$ 7,2 bi, adicionando cannabis medicinal ao portfólio

Embora o THC seja uma substância controlada, o canabidiol não é.

A Cellular Goods pretende vender produtos a partir de setembro de 2021, de acordo com seu site, o que a tornará a primeira empresa do gênero a estrear na LSE.

As empresas de cannabis podem se listar na LSE, desde que sejam medicinais, decidiu a Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido no ano passado.

Embora muitas empresas de maconha para uso adulto tenham surgido nos Estados Unidos, onde estados como a Califórnia a legalizaram, essas empresas não podem levantar dinheiro em Londres, pois é ilegal no Reino Unido.

“Nos últimos anos, assistimos a um crescimento massivo e consciência da importância do bem-estar e do autocuidado e acreditamos que os canabinoides provarão ser o rei dos ingredientes para o bem-estar”, disse o presidente-executivo da Cellular Goods, Alexis Abraham.

“O apetite por produtos canabinoides é enorme e os canabinoides biossintéticos que usaremos exclusivamente são mais limpos, mais verdes, mais puros e, francamente, o futuro.”

Alguns testes mostram que formas mais potentes de CBD podem ajudar a reduzir o número de crises epilépticas em alguns pacientes, em mais de 40%.

Mas todos os produtos de CBD que você encontra à venda no Reino Unido contêm CBD em doses muito mais baixas.

Leia também:

Fabricante de vaporizador será primeira empresa de cannabis listada na bolsa de Londres

#PraCegoVer: em destaque, foto em primeiro plano de David Beckham, onde o ex-jogador aparece usando traje black tie, próximo a uma parede com logos da Hugo Boss e GQ, em branco sobre fundo preto.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!