Doutora responde: o delta-8-THC pode ser usado no tratamento de quais doenças?

Fotografia mostra uma planta de maconha em estágio vegetativo de crescimento com folhas serrilhadas, e um fundo de vegetação embaçado. Imagem: Freepik | jcomp. delta-8 Buenos Aires

Em sua coluna semanal, a Dra. Amanda Medeiros responde às principais dúvidas de leitores da Smoke Buddies sobre cannabis e saúde

Fumar maconha pode agravar os sintomas da Síndrome de Arnold-Chiari? Quanto tempo de abstenção é recomendado para restaurar o sistema endocanabinoide? O delta-8-THC pode ser usado no tratamento de quais doenças? Confira, a seguir, as respostas da doutora Amanda Medeiros, médica prescritora com certificação internacional em medicina canabinoide e experiência prática em clínica geral integrativa.

Uso cannabis diariamente. Quanto tempo preciso ficar sem usar para restaurar meu sistema endocanabinoide?

Quando falamos de uso crônico e a intenção é diminuir o THC do organismo, o tempo de abstenção recomendado é de quinze dias. Dessa forma, é possível eliminar o composto excedente no organismo para reiniciar a terapia canabinoide — lembrando que o CBD protege os neurônios e o THC cria novas sinapses, ligações entre os neurônios, e para ter um sistema endocanabinoide equilibrado, ambos são importantes. Destaco também que esse tempo de abstenção é para a restauração do sistema, não para a eliminação do composto no organismo para casos de exame toxicológico, por exemplo — o que pode levar até 90 dias, dependendo do tipo de exame e de consumo.

Leia também: Pacientes podem desenvolver tolerância ao CBD?

Sou portador da Síndrome de Arnold-Chiari. Fumar maconha pode agravar sintomas?

O uso da maconha com altas doses de THC não é adequado, porque em excesso, ao invés de trazer neurogênese, o composto pode causar morte neuronal. Por outro lado, por ser uma condição neurológica, há indicação para tratamento com cannabis medicinal em pacientes portadores da Síndrome de Arnold-Chiari. O uso de CBD e THC nas dosagens corretas pode melhorar os sistemas cognitivos e comportamentais e trazer benefícios substanciais para o quadro em geral.

O delta-8-THC pode ser usado no tratamento de quais doenças?

O delta-8-THC pode ser usado em diversas patologias, desde as neurológicas, como TDAH, epilepsia refratária e Parkinson, como para amenizar os sintomas de tratamentos de câncer, a exemplo da náusea e das dores crônicas. Além disso, é um composto que promove o relaxamento muscular, então é uma opção para condições que causam enrijecimento dos músculos, como o bruxismo. O delta-8-THC também oferece melhor adaptação a pacientes que não estão acostumados aos efeitos psicoativos do delta-9-THC.

Leia também:

Doutora responde: como a cannabis pode auxiliar em crises de TPM?

#PraTodosVerem: fotografia mostra uma planta de maconha em estágio vegetativo de crescimento com folhas serrilhadas, e um fundo de vegetação embaçado. Imagem: Freepik | jcomp.

mm

Sobre Dra Amanda Medeiros Dias

Médica, pós graduada em pediatria e nutrologia pediátrica, cursando psiquiatria infantil pelo CBI of Miami e com certificação internacional em medicina endocanabinoide pela Green Flower, na Califórnia (EUA). Tem experiência na prática em clínica geral integrativa com crianças e adultos, com visão holística, olhando o paciente como um todo. Além de prescritora, é paciente de cannabis medicinal desde 2018. Diretora técnica no Instituto Coração Valente, médica da Clínica Gravital e voluntária em projetos da UNA (Unidos pela Amazônia). CRM - 39.234 PR
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!