Doutora responde: é difícil obter autorização de importação de CBD pela Anvisa?

folhagem foto Luiz Doutora responde: é difícil obter autorização de importação de CBD pela Anvisa?

Em sua coluna semanal, a Dra. Amanda Medeiros responde às principais dúvidas de leitores da Smoke Buddies sobre cannabis e saúde

Quais os benefícios da cannabis para pessoas com HIV? É difícil conseguir a autorização de importação de CBD pela Anvisa? Qual o melhor tratamento para TOC com cannabis?

Leia também: A cannabis auxilia ou prejudica um quadro de ansiedade?

Confira, a seguir, as respostas da doutora Amanda Medeiros, médica prescritora com certificação internacional em medicina canabinoide e experiência prática em clínica geral integrativa.

Quais os benefícios da cannabis para pessoas com HIV?

A cannabis é uma planta imunomoduladora e vai agir no nosso sistema imune, nos nossos linfócitos CD8, muito envolvidos na patologia do HIV, e fortalecer nosso sistema imunológico para ele funcionar melhor. Além de ajudar a imunidade, é um anti-inflamatório potente, melhora a dor e tira a ansiedade, e todos esses fatores são benefícios aos pacientes com HIV.

É difícil obter autorização de importação de CBD pela Anvisa?

Não! Uma vez que você passe por uma consulta médica, tenha a receita e esse produto seja autorizado pela Anvisa, você vai entrar no portal do Governo Federal, preencher o formulário e anexar documentos, como o de identificação e a receita médica. Se o médico prescritor for habilitado e os documentos e dados estiverem todos corretos, você receberá sua autorização de imediato.

Qual o melhor tratamento para TOC com cannabis?

A gente sabe que a terapia canabinoide é benéfica para o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), que é um distúrbio que afeta as partes do cérebro associadas à ansiedade, reatividade ao estresse, condicionamento ao medo e comportamentos habituais. Além do CBD, costumamos prescrever uma dose baixa do THC, porque o fator de psicoatividade pode ser interessante neste quadro. Altas doses de THC, no entanto, podem prejudicar o tratamento.

Leia também:

Doutora responde: como saber se estou viciado em maconha?

#PraTodosVerem: fotografia em plano fechado e vista inferior da folha de uma planta de maconha contra a luz, que assume um tom claro e reluzente, acompanhada de outros ramos, e um fundo desfocado, onde pode-se ver a fonte de luz à mostra. Imagem: Luiz Michelini.

 Doutora responde: é difícil obter autorização de importação de CBD pela Anvisa?

Sobre Dra Amanda Medeiros Dias

Médica, pós graduada em pediatria e nutrologia pediátrica, cursando psiquiatria infantil pelo CBI of Miami e com certificação internacional em medicina endocanabinoide pela Green Flower, na Califórnia (EUA). Tem experiência na prática em clínica geral integrativa com crianças e adultos, com visão holística, olhando o paciente como um todo. Além de prescritora, é paciente de cannabis medicinal desde 2018. Diretora técnica no Instituto Coração Valente, médica da Clínica Gravital e voluntária em projetos da UNA (Unidos pela Amazônia). CRM - 39.234 PR
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!