Sean “Diddy” Combs cria a maior empresa de maconha de propriedade de negros do mundo

Fotografia mostra Sean “Diddy” Combs, em primeiro plano, usando uma roupa branca e sorridente, à frente de um fundo cinza. Imagem: Revolt Media.

Acordo multimilionário afirma compromisso de Diddy com a inclusão econômica de grupos sub-representados na cannabis

O magnata do hip-hop e empresário Sean “Diddy” Combs, o lendário Puff Daddy, iniciou um acordo para comprar ativos de varejo e produção da maior atacadista de maconha de marca dos EUA.

Combs concordou em adquirir operações de cannabis em Nova York, Massachusetts e Illinois da Cresco Labs e da Columbia Care em um negócio de até US$ 185 milhões, que está sendo chamado de a maior empresa de cannabis de propriedade de negros e verticalmente integrada do mundo.

Leia também: Jay-Z lança fundo para impulsionar negócios de maconha pertencentes a minorias

A transação marca o primeiro investimento de Diddy no universo da cannabis e criará a primeira operadora multiestadual de propriedade e operação minoritária dos Estados Unidos, de acordo com um comunicado à imprensa.

“Minha missão sempre foi criar oportunidades para empreendedores negros em indústrias onde tradicionalmente nos é negado acesso, e esta aquisição fornece a escala e o impacto imediatos necessários para criar um futuro mais justo na cannabis”, disse Diddy, chairman e CEO da Combs Enterprises. “A propriedade de todo o processo — do cultivo e fabricação ao marketing, varejo e distribuição no atacado — é uma vitória histórica para a cultura que nos permitirá capacitar diversos líderes em todo o ecossistema e sermos defensores ousados da inclusão”.

Embora os negros representem aproximadamente 13% da população estadunidense, eles representam menos de 2% dos empresários de cannabis do país, de acordo com um relatório do Leafly. Isso sem contar que as pessoas negras foram desproporcionalmente afetadas pela proibição da maconha.

“É diabólico”, disse Diddy ao Wall Street Journal. “Como você tranca comunidades de pessoas, quebra sua estrutura familiar, seus futuros e depois legaliza e garante que essas mesmas pessoas não tenham a chance de se beneficiar ou ressuscitar suas vidas com isso?”

Leia mais: Prefeitura de NY nomeia Dasheeda Dawson como diretora fundadora da iniciativa de equidade

O acordo ocorre depois que a Cresco Labs concordou no início deste ano em comprar a rival Columbia Care em um acordo de US$ 2 bilhões. A negociação exigia a alienação de ativos pela Cresco.

Assim, espera-se que a transação com Diddy seja concluída simultaneamente com o fechamento da aquisição da Columbia Care.

Diddy será proprietário de quatro lojas de varejo e uma unidade de produção no estado de Nova York, três lojas de varejo e uma unidade de produção em Massachusetts, e duas lojas de varejo e uma unidade de produção em Illinois.

Esse ativos permitirão que Diddy cultive, fabrique, venda por atacado e distribua produtos de maconha de marca para dispensários nas principais áreas metropolitanas como Nova York, Boston e Chicago. Ele também poderá operar lojas de varejo nos três estados.

“Para a Cresco, a transação é um passo importante para fechar a aquisição da Columbia Care e nossa posição de liderança em uma das maiores categorias de produtos de consumo do futuro”, disse Charles Bachtell, CEO da Cresco Labs. “Para uma indústria que precisa de maior diversidade de liderança e perspectiva, a presença substancial de uma operadora de propriedade minoritária em alguns dos mercados mais influentes do país, liderada por um dos empreendedores mais prolíficos e impactantes do nosso tempo, é importante e incrivelmente emocionante.”

Sean Combs se consolidou como um dos empresários mais bem-sucedidos e ícones culturais de todos os tempos. Como presidente e CEO da Combs Enterprises, ele tem um portfólio diversificado de negócios e investimentos que abrangem os setores de música, moda, fragrâncias, bebidas, marketing, cinema, televisão e mídia. E agora está adicionando a cannabis à sua lista de negócios.

Leia também:

Juiz determina soltura de jovem negro preso com um grama de cannabis

#PraTodosVerem: fotografia mostra Sean “Diddy” Combs, em primeiro plano, usando uma roupa branca e sorridente, à frente de um fundo cinza. Imagem: Revolt Media.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!