Estrela olímpica de Singapura, Joseph Schooling é impedido de competir após uso de maconha

Fotografia mostra Joseph Schooling com a parte de baixo do corpo dentro d’água enquanto se apoia nas boias que dividem as raias da piscina da Rio 2016. Imagem: Matt Slocum / AP.

O nadador se tornou um herói esportivo nacional em 2016 quando conquistou o ouro na Rio 2016

O primeiro medalhista de ouro olímpico de Singapura, Joseph Schooling, foi suspenso dos treinos e competições depois que admitiu ter consumido maconha no exterior enquanto estava de licença do serviço militar.

Schooling conquistou o único título olímpico da cidade-estado nos Jogos Olímpicos Rio 2016, quando derrotou Michael Phelps nos 100 metros borboleta.

Leia também: Paixão nacional: torcedores vestem a camisa da maconha nos estádios

Em maio passado, o astro de 27 anos estava em interrupção do serviço militar para treinar e participar dos Jogos do Sudeste Asiático (SEA Games) em Hanói, Vietnã, onde conquistou dois ouros e um bronze.

O Ministério da Defesa de Singapura disse em um comunicado nessa terça-feira que Schooling passou no teste de drogas na urina, mas que o mesmo confessou ter usado cannabis enquanto estava na capital vietnamita.

De acordo com o comunicado, Schooling “será colocado em um regime de teste de urina supervisionado por seis meses”, como parte do processo de tratamento e reabilitação, e “não será mais elegível para licença ou interrupção para treinar ou competir enquanto estiver no serviço nacional”.

Isso significa que ele provavelmente perderá os Jogos do SEA do próximo ano no Camboja, bem como os Jogos Asiáticos em Hangzhou, na China.

Leia mais: Uso terapêutico da maconha poderia beneficiar mais de 800 mil atletas

Singapura tem algumas das leis de drogas mais rígidas do mundo e pune os cidadãos que usam substâncias ilícitas mesmo quando são consumidas no exterior. Os acusados de consumo de maconha podem pegar até 10 anos de prisão e uma multa de S$ 20.000 (R$ 74.000). Os recrutas das forças armadas que testarem positivo para drogas podem ser sentenciados a nove meses de detenção militar.

“Lamento que minhas ações tenham causado danos a todos ao meu redor, especialmente à minha família e aos jovens fãs que me admiram”, escreveu Schooling em um story no Instagram. “Eu cedi a um momento de fraqueza depois de passar por um período muito difícil da minha vida.”

O astro do esporte singapurense provavelmente estava se referindo à morte de seu pai, Colin Schooling, que o apoiou ao longo de sua carreira, em novembro do ano passado e ao uso da cannabis como forma de lidar com o luto.

A história de perseguição aos usuários de maconha dentro dos esportes se repete pouco mais de um ano após a velocista estadunidense Sha’Carri Richardson ser suspensa de competir na Olimpíada de Tóquio por causa de um teste positivo de cannabis.

Richardson também passava por um processo de luto e disse na época que recorreu à cannabis para lidar com a morte da mãe.

Leia também:

Mais pessoas fumam maconha do que tabaco nos EUA pela primeira vez, diz pesquisa

#PraTodosVerem: fotografia mostra Joseph Schooling com a parte de baixo do corpo dentro d’água enquanto se apoia nas boias que dividem as raias da piscina da Rio 2016. Imagem: Matt Slocum / AP.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!