smokebuddies.com.br

THC está associado à longevidade em pacientes com câncer, segundo estudo

O tempo de sobrevivência foi significativamente maior entre os pacientes que utilizaram o composto da cannabis

De acordo com um novo estudo divulgado em março, o uso de medicamentos à base de cannabis está associado à longevidade em pacientes com câncer avançado. A pesquisa feita na Alemanha ainda mostrou que houve uma melhora também na qualidade de vida.

Publicado na revista Medical Cannabis and Cannabinoids, o estudo investigou as propriedades do THC (tetrahidrocanabinol), uma das substâncias responsáveis pelo famoso “barato” da maconha.

O uso diário de 5 mg de THC oral foi associado a um aumento do tempo de vida em mais de 9 mil pacientes com câncer em cuidados paliativos, ou seja, pessoas em fase avançada da doença com expectativa de viver apenas mais alguns dias ou meses.

Resultados

O uso diário de 4,7 mg da substância foi associado a um aumento significativo de tempo de sobrevivência. Mas doses menores não apresentaram o mesmo resultado.

Os pesquisadores perceberam um prolongamento de 15 dias no tempo médio de sobrevivência. O tempo de sobrevivência de 25 dias foi aumentado para 40 dias com uma dose diária de THC.

“Além da mera sobrevivência, os pacientes [tratados] com THC tornam-se mais ativos mental e fisicamente. (…) O aumento da atividade e a melhoria da qualidade de vida podem permitir aos pacientes renovar o contato social com familiares e amigos e resolver assuntos essenciais antes de morrer”, escreveram os cientistas.

O estudo teve um resultado bastante parecido com outra pesquisa publicada em 2021, que mostrou que a substância da cannabis estava associada à longevidade de pacientes em cuidados ambulatoriais paliativos.

A cannabis pode ajudar pessoas com câncer?

Vários estudos sobre cannabis para o tratamento de câncer são feitos em todo o mundo com resultados promissores. Um estudo australiano, também divulgado nesse ano, por exemplo, mostrou que o extrato de cannabis foi eficaz para matar células cancerígenas.

Segundo outro estudo alemão feito em 2021, o CBD (canabidiol) foi capaz de matar células tumorais de ratos em apenas três dias.

O assunto ainda ganhou repercussão depois que o próprio Instituto Nacional do Câncer dos EUA admitiu que a cannabis pode matar as células cancerígenas, além de impedir o crescimento de novas células.

A posição veio depois de um estudo de dois anos em ratos com câncer, onde foi percebido uma diminuição do tumor dos animais. Eles receberam altas doses de THC.

Sem contar que os produtos de cannabis já são recomendados hoje para conter os efeitos colaterais da quimioterapia. Há até um remédio vendido em outros países feito com THC sintético chamado Dronabinol.

Imagem de capa: Freepik | weyo.

Picture of Cannalize

Cannalize

A Cannalize é um portal segmentado com o foco em trazer educação ao público, tanto sobre a cannabis medicinal quanto o uso adulto. O objetivo é responder todas as dúvidas sobre o universo canábico, desmistificar mitos e informar de forma embasada em e ancorada em especialistas e pesquisas científicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buddies News

Mais recentes