Cannabis in natura: três dicas de como armazenar corretamente as flores

Fotografia mostra dois buds de maconha secos à frente de um pote de vidro aberto, onde mais inflorescências são vistas, e ao lado de sua tampa, sobre uma superfície preta lisa, em fundo escuro. Foto: Terrance Barksdale / Pexels.

Pacientes que obtêm na Justiça salvo-conduto para cultivo e uso terapêutico de cannabis in natura devem tomar alguns cuidados na hora de armazená-la

As flores de cannabis são ferramentas terapêuticas eficazes para o tratamento das mais variadas condições de pacientes que, respaldados pelos HCs, encontram alívio no consumo vaporizado ou nos produtos artesanais feitos a partir delas. Por outro lado, são perecíveis e requerem certos cuidados de armazenamento para manter suas propriedades e os benefícios terapêuticos desejados.

Leia também – Da semente ao óleo: cultivo doméstico e uso terapêutico do CBD

Mas, antes de tudo, é preciso dizer que, por maiores que sejam os cuidados, as flores de cannabis continuam sendo perecíveis e, enquanto matéria vegetal, devem sofrer mudanças com o passar do tempo que vão alterar seus odores, sabores e efeitos. Dito isso, confira, a seguir, algumas dicas para manter as flores de cannabis in natura conservadas.

Higiene é fundamental

O primeiro passo para assegurar que as flores não serão contaminadas é higienizar os recipientes usados no armazenamento da matéria vegetal. Você pode usar álcool 70% ou uma solução de água sanitária, porém, não deixe nenhum resquício de água e dê preferência para recipientes hermeticamente fechados, que ajudam na estabilização da umidade no pote.

Umidade no ponto

Outro fator importante para o armazenamento correto das flores de cannabis é a umidade do recipiente em que estão acondicionadas. Se estiver muito seco, vai desidratar a matéria, e se tiver muito úmido, contribui para a proliferação de bolor e fungos. É importante que o ambiente mantenha uma umidade controlada na faixa de 60% e, para isso, existem alguns sachês de umidificadores que fazem esse trabalho — assim como medidores que indicam o nível de umidade.

Ao abrigo da luz e do calor

Além de manter seu pote limpo e com umidade constante, é importante que você mantenha suas flores fora do alcance da luz e com temperaturas amenas, entre 18° e 23° Celsius. Isso por que a incidência de luz irá degradar os canabinoides, enquanto temperaturas muito altas irão degradar e volatilizar outros compostos presentes na flor, como os terpenos.

Leia também:

Cultivo indoor barato: dicas para montar um grow econômico

Foto: Terrance Barksdale | Pexels.

mm

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!