Cannabis é fonte de fibras e ômega-3: quatro receitas de cânhamo fáceis de fazer

Fotografia, tirada de cima para baixo, mostra duas fatias de pão com homus verde-claro e pequenas flores e cebolinha picada salpicados sobre um prato preto.

As sementes de cânhamo contêm ácidos graxos essenciais e são uma excelente fonte de fibras e proteínas

Entre suas milhares de utilidades como matéria-prima renovável para várias indústrias, a planta de cannabis produz sementes altamente nutritivas com sabor suave de noz, semelhante a um pinhão, que promovem a saúde do coração, cérebro, intestino e muito mais.

As sementes de cânhamo ou corações de cânhamo (hemp hearts) — que são as sementes descascadas — são uma ótima maneira melhorar uma receita com benefícios que aumentam a longevidade, de acordo com a nutricionista Amy Shapiro, fundadora e diretora da Real Nutrition, em entrevista ao Well+Good.“As sementes de cânhamo promovem a saúde do coração, pois são uma grande fonte de L-arginina, um aminoácido que leva à produção de óxido nítrico que ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e promover o fluxo sanguíneo. Isso, por sua vez, ajuda a diminuir o risco de doenças cardíacas”, explicou a nutricionista.

Leia também: Conheça quatro maneiras de incluir o cânhamo na alimentação

Os corações de cânhamo também contêm dois ácidos graxos essenciais (ômega-3 e ômega-6) que, segundo pesquisas, estão diretamente ligados a uma vida útil mais longa e essenciais para a saúde do cérebro e do coração.

Um estudo recente mostrou que ter níveis mais altos de ômega-3 no sangue poderia prever uma menor taxa de mortalidade em pessoas com mais de 65 anos. Enquanto isso, o ômega-6, quando consumido com moderação, produz moléculas de sinalização no corpo necessárias para a imunidade, regulação da pressão arterial, inflamação, controle do açúcar no sangue e funcionamento do sistema nervoso central.

“Elas são uma ótima fonte de proteína, pois 25% de seu valor nutricional total é proveniente de proteínas. Isso é mais alto do que as sementes de linhaça e chia”, disse Shapiro, ressaltando que as sementes da cannabis também são uma boa fonte de fibras que ajudam a melhorar a digestão e a promover um microbioma intestinal saudável.

Se você deseja inserir as sementes de cânhamo em sua alimentação, confira quatros receitas selecionadas pelo Well+Good, a seguir:

1. Barra de sementes de cânhamo e tahine

Stack of baked tahini bars on a mobile surface.

Foto: Running on Real Food.

Ingredientes

Tahine;

Sementes de cânhamo;

Coco ralado;

Xarope de bordo ou de agave;

Tâmaras (macias e úmidas);

Aveia.

Instruções

Transforme a aveia em uma farinha grossa e granulada em seu processador de alimentos ou liquidificador — ela não não precisa ser tão fina quanto a farinha de aveia, mas deve ser triturada. Isso deve levar apenas alguns segundos.

Adicione o restante dos ingredientes e processe em uma massa grossa.

Se você tiver um processador de alimentos grande, pode jogar tudo e pulsar algumas vezes para misturar.

Caso contrário, adicione as tâmaras à aveia e misture bem, depois transfira para uma tigela e misture com o restante dos ingredientes.

Pressione firmemente a massa em uma assadeira, leve ao forno, deixe esfriar e corte.

Notas

Armazenamento: armazene em um recipiente lacrado na geladeira por até 2 semanas ou congele em um recipiente ou saco próprio para freezer por até 3 meses.

Tahine: pode ser substituído por manteiga de amendoim, manteiga de amêndoa ou manteiga de semente de girassol.

2. Bites energéticos de sementes de cânhamo

head on view of healthy raw oat and hemp heart energy bites in a small bowl with items surrounding.

Imagem: The Simple Veganista.

Ingredientes

Aveia;

Corações de cânhamo;

Tâmaras;

Xarope de bordo;

Canela;

Baunilha.

Instruções

Comece adicionando a aveia, os corações de cânhamo, as tâmaras, o xarope de bordo, a baunilha e a canela à tigela do processador de alimentos e bata até misturar.

Retire montes arredondados usando um medidor de uma colher de sopa e molde em bolas.

Para um toque final, enrole as bolas em coberturas opcionais, como canela, cacau, coco ralado ou corações de cânhamo.

Notas

Armazenamento: podem ser armazenados na geladeira por até uma semana ou no congelador por até 2 a 3 meses. Para congelar, coloque as bolas em uma assadeira ou prato, com cerca de 2,5 cm de distância e coloque no freezer por algumas horas; depois de congeladas, você pode armazená-las em sacos ou recipientes próprios para freezer.

3. Cookies de chocolate com sementes de cânhamo

Easy, soft, chewy hemp heart cookies with peanut butter and naturally sweetened with Medjool dates. A healthy vegan protein cookie recipe 100% refined sugar-free and gluten-free.

Imagem: The Conscious Plant Kitchen.

Ingredientes

Farinha de aveia ou de amêndoa;

Tâmaras (úmidas e macias);

Manteiga de amendoim;

Extrato de baunilha;

Sementes de cânhamo;

Fermento em pó ou bicarbonato de sódio.

Instruções

Adicione todos os ingredientes no processador de alimentos, exceto as sementes de cânhamo.

Processe-os na configuração de alta velocidade para formar uma massa de biscoito pegajosa.

Em seguida, adicione as sementes de cânhamo e pulse rapidamente para misturar.

A massa não deve ser pegajosa, mas fácil de moldar em bolas. Você pode untar as mãos com óleo de coco para evitar que a massa grude muito nas mãos.

Forme pequenas bolas de massa de biscoito e coloque-as em uma assadeira forrada com papel manteiga.

Achate cada bola em um biscoito com as mãos e asse em forno pré-aquecido a 160 °C por 12 a 15 minutos.

Seus biscoitos estarão prontos quando o topo estiver dourado.

Notas

Armazenamento: armazene em um pote de biscoitos em temperatura ambiente por até quatro dias ou congele em um recipiente fechado.

Manteiga de amendoim: pode ser substituída por manteiga de nozes ou de semente de girassol.

4. Homus de coentro, jalapenho e semente de cânhamo

cilantro jalapeno hemp seed hummus surrounded by a vegetable platter

Foto: Drive Me Hungry.

Ingredientes

Corações de cânhamo;

Coentro;

Pimenta jalapenho;

Azeite;

Suco de limão;

Grão-de-bico.

Instruções

Misture tudo em um processador de alimentos e sirva com vegetais frescos (como cenoura, pepino, rabanete ou pimentão) ou pão sírio.

Leia também:

Hemp food: o novo queridinho do mercado plant based

Imagem em destaque: Freepik.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!