Canabidiol é eficaz no alívio da dor dentária e oferece alternativa aos opioides, confirma estudo

Fotografia, em fundo branco, que mostra a ponta de um conta-gotas contendo óleo amarelo translúcido, e deixando cair uma gota da substância, acima de um frasco âmbar, e vários botões de flor brancos pequeninos que aparecem por toda a imagem, do primeiro plano ao fundo, em pior foco. Crédito: Crystalweed / Unsplash.

O canabinoide proporcionou mais de 70% de analgesia e aumentou a força de mordida, com efeitos colaterais mínimos

Um medicamento feito de canabidiol (CBD) purificado derivado da maconha demonstrou ser eficaz no alívio da dor de dente aguda, de acordo com uma revisão de estudo publicada recentemente na revista Evidence-Based Dentistry. O remédio se mostrou uma opção segura aos pacientes que possuem restrições ou não respondem aos anti-inflamatórios.

Em uma coorte de 61 pacientes com dor dentária moderada a grave, os pesquisadores avaliaram o uso do Epidiolex em um estudo controlado-cego. Foram distribuídos aleatoriamente doses de 10 mg/kg e de 20 mg/kg do medicamento e um placebo (substância sem efeito terapêutico), sendo que os participantes não sabiam o que estavam recebendo.

Os participantes foram monitorados por 3 horas após receberem uma única dose da respectiva solução. Utilizando a escala visual analógica, os pacientes que ingeriram CBD relataram uma redução na dor em mais de 70%, após 180 minutos — os indivíduos que receberam a dose de 20 mg/kg experimentaram um alívio significativo da dor logo nos primeiros 15 minutos.

Também foi observado um aumento na força da mordida nos grupos que receberam canabidiol, sugerindo que o canabinoide melhorou a função dentária dos pacientes.

Leia também: STJ autoriza paciente com prescrição odontológica a cultivar cannabis

Efeitos colaterais de curta duração como sedação, diarreia e dor abdominal também ocorreram com mais frequência nos grupos que consumiram o canabinoide, mas ainda assim em uma minoria.

“Com base neste ensaio clínico randomizado, o medicamento CBD puro Epidiolex demonstra analgesia eficaz contra dor de dente aguda”, concluíram as autoras do artigo de revisão.

Segundo os pesquisadores que conduziram o ensaio, o estudo pode catalisar o uso do canabidiol como analgésico alternativo aos opiáceos para condições de dor inflamatória aguda, colaborando com o enfrentamento da epidemia de opioides que assola os Estados Unidos.

“A primeira linha de defesa para dor de dente sempre foram medicamentos anti-inflamatórios como paracetamol, ibuprofeno ou naproxeno, mas muitos pacientes não conseguem tomar esses medicamentos ou não conseguem alívio suficiente com eles, então os dentistas têm estado tradicionalmente entre os maiores prescritores de medicamentos opioides, isoladamente ou em combinação com esses outros medicamentos”, disse Vanessa Chrepa, principal autora do estudo e professora da Escola de Medicina Dentária da Universidade Rutgers.

Leia mais: A maconha é tão eficaz quanto os opioides no tratamento da neuropatia, sugere estudo

A Food and Drug Administration, agência sanitária dos EUA, aprovou o uso do Epidiolex para o tratamento das convulsões associadas à síndrome de Lennox-Gastaut e à síndrome de Dravet em 2018. O medicamento foi removido da lei substâncias controladas do país em 2020, permitindo prescrições mais acessíveis aos pacientes.

Em 2019, a Comissão Europeia concedeu autorização de comercialização do medicamento, sob o nome comercial de Epidyolex, como terapia complementar ao clobazam para tratar pacientes a partir dos dois anos de idade com síndrome de Lennox-Gastaut ou síndrome de Dravet, e para o tratamento do complexo da esclerose tuberosa.

No Brasil, a comercialização do Epidiolex ainda é proibida, e os pacientes que recebem prescrição para o medicamento devem solicitar autorização da Anvisa para importá-lo. O único medicamento de cannabis registrado no país é o Mevatyl, que também possui THC (tetraidrocanabinol) em sua composição e é indicado para o tratamento da espasticidade relacionada à esclerose múltipla.

Leia também:

Pacientes com fibromialgia relatam alívio dos sintomas após uso de cannabis, diz estudo

Imagem em destaque: Crystalweed / Unsplash.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!