Tatuagens chapadas e suas histórias

Imagem traz ilustração de uma folha de cannabis, riscada em traços que remetem aos desenhos de tattoos, e a frase "tatuagens chapadas e suas histórias", também com tipografia característica. Crédito: Bem Bolado Brasil.

De onde veio a tatuagem? Descubra no texto de Kami Jacoub para a coluna da Bem Bolado Brasil

É impossível definir uma localização exata para seu início, os desenhos corporais fazem parte da história! Pra você ter uma ideia: o “Homem de Gelo”, Ötzi, que viveu há cerca de 5 mil anos, trazia algumas insígnias em seu peito e registros de modificações corporais são encontrados em civilizações de todo o mundo. 

Desde que o mundo é mundo, a tatuagem é usada como forma de expressão e adorno. O termo “Tattoo”, ou “Tattow”, tem origem nas ilhas da polinésia tribal e a palavra pode ter derivado do som que a madeira faz ao pressionar as agulhas no momento de marcar a pele. “Tat tat tat” se tornou “tattoo”.

Os instrumentos tribais usados para tatuar nesse período eram produzidos em madeira e suas agulhas muitas vezes eram feitas com ossos de peixes ou pássaros. Os pigmentos de origem orgânica, como vegetais, fuligem e cinzas, eram usados para produzir a tinta. 

Foto mostra uma pessoa com tatuagens maori no rosto. Foto: Pikitia.

Tattoo maori. Foto: Pikitia.

Código Social Tribal: Ritualidade Ancestral 

Dos rituais de iniciação, pinturas de guerra, aos rituais de magia tribal, surgiram algumas modificações corporais. A escarificação, por exemplo, era muito comum na África, assim como as pinturas corporais estão presentes em diversas etnias indígenas brasileiras. Para muitas dessas culturas, acredita-se que alguns símbolos quando marcados na pele podem curar doenças, melhorar a saúde ou iniciar um processo de transformação/inserção no meio social.

Na história antiga, a tattoo foi usada como demarcador social; seus símbolos e significados se modificam em cada era, podendo designar classe social, gênero, estado civil ou até mesmo a relação com o crime organizado. Quase sempre ter tatuagem no mundo moderno foi sinônimo de pertencimento a grupos marginalizados e excluídos.

Gangs & Sistema Prisional 

E de onde vem esse preconceito? A tatuagem já passou por diversos status sociais, às vezes sendo usada como adorno, outras como forma de demarcar e punir, como é o caso do período Edo, no Japão, onde os delitos eram marcados na testa dos infratores.

Essa prática de tatuar os prisioneiros também era comum na China, e mesmo hoje, dentro das prisões, a tatuagem ainda é utilizada como forma de comunicação, seja para descrever os crimes cometidos ou o pertencimento a um grupo criminoso. Muitos significados ficam em segredos, sendo compartilhados só com quem faz parte da facção, e rendem muito estudo e pesquisa para decifrá-los.

Da Rússia ao Japão, é comum que cada grupo da máfia desenvolva seus próprios estilos. A Yakuza, por exemplo, é mundialmente conhecida por suas tatuagens, ou “Irezumi”, que tomam grande parte do corpo e narram a história de cada integrante usando símbolos da mitologia japonesa, e são artes que demoram décadas para serem finalizadas. Em estudo feito pelo Dr. Masaichi Fukushi, ficou comprovado que a pele de quem tinha se tatuado recentemente desenvolvia menos chance de contrair sífilis.

Leia maisBole sua Moda: campanha com vertente social lança coleção Weed Wear da Bem Bolado

Tatuagem no Brasil 

Foto: Divulgação – Editora Veneta / BBC News Brasil

A tatuagem por aqui sempre fez parte do grupo de pessoas marginais: piratas, presidiários, prostitutas, pessoas escravizadas e marinheiros. Inclusive foi muito por conta deles, com suas viagens e intercâmbios culturais, que a tattoo foi se espalhando pelo mundo. Por isso é tão comum vermos desenhos considerados clássicos com temática marítima como: as sereias, baleias, estrelas náuticas e o punhal. 

A tattoo moderna começa por aqui com a figura de “Lucky”, um dinamarquês meio marinheiro que rodou o mundo aprendendo sobre tattoo. Ele fixou morada em Santos-SP na década de 60 e se tornou um dos precursores das máquinas elétricas no Brasil. Hoje esse é um mercado que movimenta milhões por aqui e as técnicas e tecnologias estão cada dia mais avançadas e nós somos reconhecidos internacionalmente tendo grandes nomes em diversos estilos! 

Tatuagens e Cannabis

Foto: Tatuagem do seguidor @rogerio.caramujo

A maconha sempre teve vez na história da tatuagem! É supercomum encontrarmos desenhos associados à cultura canábica por aí. Essa tendência teve início na década de 60 com o movimento hippie e foi nesse período que muitas folhinhas e florzinhas de ganja começaram a aparecer.

Ao longo das últimas décadas pessoas de todo o Brasil escolheram essa temática para desenvolver suas tatuagens e a gente sabe que a criatividade da Bem Bolado influencia em várias tattoos incríveis.

E aí, bora riscar uma tatuagem Bem Bolada? Criamos um flash irado pra você se inspirar e ter como wallpaper no seu celular. Cola nas nossas redes sociais pra conferir e fique por dentro de todos os assuntos.

Leia também:

Do Brasil pras ruas do mundo: o PIXO é um dos temas da nossa campanha de Weed Wear

#PraTodosVerem: imagem de capa traz ilustração de uma folha de cannabis, riscada em traços que remetem aos desenhos de tattoos, e a frase “tatuagens chapadas e suas histórias”, também com tipografia característica. Crédito: Bem Bolado Brasil.

mm

Sobre Bem Bolado Brasil

Uma empresa do bem, baseada em produtos e ideias criativas, inovadoras e funcionais, desde 2012
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!